O Mito do Longo Prazo

O longo prazo é uma das expressões mais utilizadas no poker, seja por aqueles que têm uma boa noção do que ela significa, seja por jogadores ainda inexperientes, que fazem pouca ou nenhuma ideia do que estão dizendo.

É muito comum jogadores recém chegados ao meio ou que acabaram de ganhar auto-estima como jogador, repetirem termos e práticas de jogadores já consagrados. Talvez seja esse o motivo de tanto escutarmos a expressão “o longo prazo chegou’. Será que chegou mesmo?

O longo prazo é um estado ideal, uma utopia, a nossa sombra quando caminhamos na praia em um dia de sol. Não iremos jamais alcançá-lo! Mas como toda utopia ele presta um serviço incrível: ser uma diretriz, um guia para nossas decisões, um alvo para mirarmos com afinco.

O longo prazo serve para descrever o momento em que a matemática opera de forma perfeita e isso acontece apenas quando ela tende ao infinito. Contudo, jamais jogaremos um número infinito de torneios, portanto o longo prazo é um mito, já que não pode se concretizar.

Quando jogamos um torneio de poker, estamos trabalhando basicamente com a sorte. Pode parecer triste essa declaração, mas é exatamente dessa forma que vejo. No entanto, à medida que jogamos mais torneios e nos aproximamos do infinito, a sorte vai sendo gradativamente diluída, mas ela nunca chega a zero.

Imaginem o Barcelona jogando contra o União São João de Araras. Um massacre não é mesmo? Agora, pensem num cenário em que eles jogam apenas uma partida de 5 minutos. Seria um jogo bem mais equilibrado, acabando em empate a maioria das vezes, não é verdade? Agora, visualizem um cenário em que eles jogam 30.000 partidas de 5 minutos. Fica claro que o Barcelona vai ganhar mais vezes que o União, apesar de a maioria dos jogos terminar em empate. Essa é a lógica dos torneios de poker.

Não caiam na cilada de ficar repetindo isso ou aquilo que dizem por aí só porque foi dito por alguém que você respeita e admira. Formule suas convicções a partir dos fatos que você consegue identificar. Isso faz toda a diferença em qualquer coisa que você faça em sua vida.
Não estou dizendo que fulano ou ciclano não sabe o que é o longo prazo, mas posso afirmar que muita gente, que trata do assunto nos breaks de torneios, Brasil a fora, não faz a menor ideia do que está falando. Eles são meros repetidores de ideias alheias e isso não lhes presta nenhum serviço.

Falar desse assunto, me fez relembrar de uma frase que os jogadores consagrados do Live, falavam para jogadores do online, quando ainda havia uma rixa entre eles: “eu quero ver quem sobreviverá ao teste do tempo”, sendo este, a meu ver, o maior indicador de sucesso de um grande jogador, justamente pelo fato de sua amostragem de jogos aproximar-se do infinito, além das inúmeras experiências e testes que o passar dos anos nos coloca à prova.

Hoje essa rivalidade não existe mais ou perdeu quase que toda sua força, já que os jogadores do online dominaram também o cenário Live e fizeram a velha guarda se render, mas esse seria um assunto para outro post.
Nos vemos no pano!

Abraços,

Chenaud.

#PokerNossaVida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *